quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014


PRECISAVA...PRECISO DE TI

Precisava amar-te mais uma vez
Sentir de novo o teu corpo quente colado ao meu
No silêncio dos gestos a que me habituaste e eu aceito,
Sentir as tuas mãos percorrem-me toda
como se fosse a primeira vez
sabendo que me desejas tanto como eu
saber-te todo meu
nesse e em todos os momentos nossos,

Precisava sentir-te meu só mais uma vez
Olhar-te bem nos olhos
e saber-te a olhar os meus mais uma vez,
Sentir o teu cheiro,
o calor do teu abraço
O sabor da força dos teus braços fortes
que me apoiam e acalmam
e me dizem sempre: está tudo bem
Precisava lembrar os teus olhos castanhos sinceros
puros e inocentes,
amantes dos meus,
falarem-me coisas que só me dizes a mim

Deixar cair nos teus ombros as lágrimas que tu aceitas,
escutas e secas tão bem
Precisava encostar o meu rosto contra o teu peito
e sentir o teu coração dizer ao meu: gosto de ti, estou aqui
Precisava sentir que estou viva,
que ainda vivo para ti
Precisava dizer-te o quanto te quero bem
Que sem ti a vida não presta,
que sem ti nada vale a pena
Que não quero partir deste mundo já,
e nunca sem te dizer que parto
Precisava dizer-te que mesmo que vá
mesmo depois de morta,
morrerei de novo,
e outra vez morrerei..e tantas vezes o farei
e cheia de saudades TUAS, te direi ao ouvido: amo-te sempre.
dá-me a tua mão, segura-me forte...
Não partas tu, um dia sem mim!
(Inês Maomé)





2 comentários:

  1. Já percebi, queres é colinho...

    (também eu!) :))

    Jokas

    ResponderEliminar
  2. E quem não quer?! ;)

    Boa noite Leão
    Bjs

    ResponderEliminar