domingo, 13 de novembro de 2016

A minha perplexidade…

…perante os acontecimentos da semana!

Os americanos que tornaram a américa numa grande trampa…e o mundo também!

O Universo recebeu mais uma estrela (R.I.P. Leonard Choen) grandes concertos que estão a acontecer por aí (aqui não há perplexidade apenas tristeza de mais uma estrela que nos deixa este ano!)

Por cá, o lobo Pedro Dias apareceu vestido de pele cordeiro…e como sempre os policias são os maus da fita!

Mas o acontecimento da semana que mais me chocou, para além da trampa lá dos Estates, está relacionado com uma publicação que fiz aqui e que esteve em destaque até hoje (porque entretanto já a retirei) que a ser verdade, fico cada vez mais perplexa com a necessidade que o ser humano tem de obter fama,  que para isso não olha a meios para o conseguir!

Angélika Lima, está a ser acusada de que toda a campanha que organizou para a angariação de bens para a Síria é um embuste! Diz,  quem  a  acusa, que a dita senhora, nunca esteve no campo de refugiados e que apenas foi à televisão dar aquele testemunho para obter os cinco minutos de fama! Desde o dia 26 de Outubro, dia em que a senhora deu uma entrevista na SIC e posteriormente uma outra na RTP, que milhares de pessoas a nível nacional, se juntaram na recolha de donativos, com o objetivo de juntar 40 toneladas de bens alimentares, roupas, brinquedos, material cirúrgico etc., para o campo de refugiados de de Zaatari na Jordânia e que pelos vistos nada disso lá vai chegar, porque de um momento para o outro, alguém vem dizer que tudo isto é um embuste!

Ainda quero acreditar que tudo isto não passa de muitos mal entendidos e que a Angelika Lima (que está a ser trucidada nas redes sociais), pôs o carro à frente dos bois ao vir para a televisão a apelar à bondade do povo português. Porque enviar um contentor de bens seja para que campo for, exige muita burocracia e só depois desta ser ultrapassada é que se passa à fase do “peditório” e tenho para mim que para além dela não ter qualquer tipo de experiencia não teve junto dela pessoas à altura de a acompanharem nesta odisseia! 

Mas, estranho o silêncio da senhora e de quem com ela organizou este “peditório”, perante as acusações de que está a ser alvo que a ser verdade que tudo é uma mentira…então, o mundo ainda está pior do que eu imaginava!

:(

Tenham uma boa semana 


7 comentários:

  1. Esperemos, para ver o que dá. A ser verdade é de lamentar e como finalizas, vai chegar o dia em que não se acredita em nada nem ninguém

    beijoca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. noname,
      é de lamentar, mesmo! Fica difícil de acreditar como é que alguém vem para a televisão relatar o dia a dia vivido no campo de refugiados, mobilizar um país inteiro em nome de uma causa...e depois virem outros dizer que tudo isto é uma mentira!
      E acho ainda mais estranho as televisões que a deram a conhecer não se pronunciarem sobre isto!
      Mas como tu dizes vamos ver o que é dá...
      Bjs e boa semana :)

      Eliminar
  2. Não é a história do Pedro e o lobo?

    Sabes, quando eu era miudo is todas as semanas à Sertã! Numa festa de lá vejo um invisual a pedir e a ser absolutamente ignorado por todos, que até faziam má cara quando passavm por ele. Acabei por perguntar a uma senhora de lá porque o tratavam assim e ela respondeu depressa:
    -Este aproveita-se da pena das pessoas. Anda aqui a pedir mas tem dois prédios a dar-lhe rendimentos, comprou, a pronto, uma casa para cada filho e se há pessoa que não tem necessidade disto é ele... Mas continua a vir pedir, mas já ninguém dá...
    E aquilo foi, para mim, uma lição! Não é por se estr mal vestido e ter uma deficiencia que as pessoas precisam...
    ...e além disso, como dizia o House, "Everybody lies"...

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. C.N.Gil,
      esta história que contas é-me bastante familiar. Conheci em tempos uma senhora que pedia na zona de Sete Rios, sempre com um ar muito sofredor de necessitava de ajuda para ajudar um filho doente...vim a saber mais tarde que a dita senhora em vez de um, tinha quatro filhos, todos com cursos superiores e um bom nível de vida que volta e meia vinham buscar a mãe e a internavam num hospital psiquiátrico. Mas sempre que a senhora tinha alta hospitalar lá voltava a ir para a rua pedir ajuda para o "filho doente".

      Mas custa-me a crer que no caso desta Angelika Lima se trate de um problema psiquiátrico! Se é ,então porque é que a família e amigos a deixaram ir tão longe nesta odisseia?!
      Há muita coisa mal contada nisto tudo e tenho certas duvidas se a maior vitima não está a ser ela, que no fundo o que ela queria mesmo era ajudar quem necessita!

      Mas é verdade "Everybody lies"...
      Bjs :)

      Eliminar
  3. Enfim!... 2016 está-se mesmo a revelar um ano horribilis...
    Esperemos que o próximo melhor qualquer coizita...
    Bjs
    Ana

    ResponderEliminar