terça-feira, 27 de setembro de 2016

Sempre acreditei...

...que há vida para além da morte. Não me perguntem porquê, mas sempre senti isso de uma forma tão intrínseca que nem sequer questiono... e parece que a ciência vem comprovar isso mesmo!


imagem retirada do google

13 comentários:

  1. Só podia... senão não havia sentido para a vida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. conta corrente,
      sou da mesma opinião!
      :)

      Eliminar
  2. Provas?
    Hummmm... acho que cada um de nós só vai saber se há ou não... quando chegar a nossa vez de "viajar"!

    Beijinhos incrédulos
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Posso? Obrigado.
      Não é "quando chegar a nossa vez...", Afrodite Maria.
      Nem todos fazem essa viagem.

      Eliminar
    2. «Nem todos fazem essa viagem.»

      Ai não???
      Ó Observador, não me digas que estás a contar ficar cá para a semente! :))

      Beijocas sem data de validade
      (^^)

      Eliminar
    3. Afrodite,
      certezas só as teremos quando a "viajem" chegar, mas eu acredito piamente que "aqui" é só um "laboratório" de experiências para o que virá depois...
      Beijinhos viajantes :)

      Eliminar
    4. Observador,
      onde é que fica essa reserva? Talvez eu queira mudar-me para lá :)

      Eliminar
    5. Afrodite, ou percebeste mal ou não me expliquei bem.

      BeijoMolhado, a reserva é simples: o percurso não é igual para todos.

      E agora vou até à piscina ;)

      Eliminar
    6. Observador,
      pois não é, mas a "viajem" é para todos, embora para uns seja em primeira classe e para os demais comuns seja em classe económica ou até abaixo desta, mas que todos "viajam" daqui rumo não sabemos onde, disso não temos duvidas!
      Bons mergulhos :)

      Eliminar
  3. Como calculas, tive de ir ler o artigo!

    Lembrei-me logo de algumas investigações que estão a trazer à luz o facto de cada um dos nossos neurónios ser uma espécie de microprocessador quântico!
    Um processador quântico não pode ter existência física, apenas pode existir contido num campo magnético.
    Já foram feitos processadores, mas o problema é o interface! Alguns cientistas defendem que os neurónios são um interface, o que quer dizer que a consciência seria uma nuvem quântica.
    Ora, vendo as coisas por este lado, a consciência pura poderia estar em todo o dado do universo ao mesmo tempo. Seria então o interface que nos limitaria...

    ...o que não deixa de ser uma ideia com implicações muito estranhas...

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. C.N.Gil,
      é tudo muito complexo para a nossa compreensão, mas têm de haver mais do que esta nossa existência tal como a conhecemos, porque senão nada disto fazia qualquer sentido e a "vida" tem de ter um sentido!
      :)

      Eliminar
  4. Nunca duvidei!
    Há uns anos a minha mão sofreu um acidente. Sofreu um desses episódios em que se viu de cima...
    Descreveu coisas... que não poderia ter visto, na posição em que ficou atropelada... e que mais tarde foram confirmadas pelo relatório da seguradora...
    Há mesmo mais coisas entre o céu e a terra do que a nossa vã filosofia...
    Bjs
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há, sem duvida! E só faz sentido se assim for!
      Bjs :)

      Eliminar