segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

5 comentários:

  1. "eu bebia da vida em goles pequenos,
    Tropeçava no riso, abraçava venenos.
    De costas voltadas não se vê o futuro
    Nem o rumo da bala
    Nem a falha no muro "

    Já me aconteceu :)

    ResponderEliminar
  2. Esta mulher canta e encanta. Colossal, a Maria Bethânia.
    É impressão minha ou o Pedro Abrunhosa também canta o tema?
    Beijo, Ana. Boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Observador,
      a Ana é de outro blog e não eu :)
      Sim, este poema é de Pedro Abrunhosa (ou pelo menos cantado por ele) mas nesta versão da Maria Bethânia está simplesmente DIVINAL!
      Beijo e continuação de boa semana para si tembém :)

      Eliminar
  3. Sempre genial! Adoro ouvi-la!
    Já conheço esta magnifica interpretação!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar